DEPOIMENTO: ROMILZA MEDRADO – UMA VIDA DE LUTA CONTRA O CÂNCER!

10745044_352591914900122_2143021846_n

Bem, para falar de quase 27 anos na luta pessoal contra cânceres, dos quais dois, foram de mama, bi lateral, gostaria de compartilhar com vocês, alguns sentimentos, conhecimentos e vivências, porque, também fundei uma entidade que cuida de pacientes com câncer há mais de 40 anos.

Pois bem, quando uma pessoa é acometida de câncer há um grande impacto não só sobre ela, mas também entre os que lhe são próximos, e todos são acometidos de uma espécie de “síndrome do câncer”. Nessa ocasião todos se lembram de alguém saudável e alegre que, após um diagnóstico de câncer, faleceu em meio a muito sofrimento.

O câncer lembra a “morte”, e a “morte” é o fim da vida, ou pelo menos, desta vida, como acreditam os espiritualistas de quase todos os credos. Na verdade, embora seja a “morte” a nossa única certeza, ninguém se sente confortável falando sobre ela e nunca está preparado para enfrentá-la.
O câncer ainda constitui um tabu, sendo esta palavra pronunciada à meia-voz ou através dos mais diversos pseudônimos, como “CA”, “tumor maligno”, ou “aquela doença”, e o paciente é sempre poupado de ouvi-la para que sejam evitados maiores constrangimentos…

Outro detalhe que atormenta a vida de muita gente diz respeito ao fator surpresa. A falta de sintomas iniciais pode acarretar um diagnóstico, quase sempre tardio que muitas vezes inviabiliza a cura, embora saibamos que, diagnóstico precoce e tratamento em tempo real, traz chances de mais de 90% de cura.

Continuar lendo

EXPOSIÇÃO TOQUE DE VIDA

“O câncer de mama é hoje a doença que mais mata mulheres no Brasil. Pode tirar a vida, a autoconfiança, a feminilidade, a autoestima, a beleza do corpo e a alegria da alma. E, para surpresa de muitos, ele acomete homens também! O diagnóstico precoce é a melhor arma para evitar essa estatística. Nós, que já passamos por essa luta e saímos vitoriosos, estamos aqui para mostrar nossas histórias de superação e vida, felizes por podermos compartilhar com todos a força que nos guiou. Somos muitos. Somos diferentes. Somos diversos em idades,etnias, gênero, situação de vida, crenças. Mas somos iguais: acreditamos que a nossa história pode ajudar a minorar a dor de tantos; que nossas batalhas vencidas podem enxugar as lágrimas de muitos; que nossa voz pode alertar que tratar câncer hoje é apostar no futuro, e que o diagnostico precoce é o caminho para isso. Aqui, nosso Toque de Vida!!!!”

É com esse texto de abertura que a exposição, idealizada e realizada pelo Projeto Repartir e clicada pelo fotógrafo Marcus Claussen, revela imagens  de 17 pacientes que resolveram enfrentar e vencer a batalha contra o Câncer de Mama. A intenção é mostrar à sociedade que esta batalha é sinônimo de vida. Em cada foto, o paciente conta, em poucas palavras, a sua estória de superação, em uma espécie de depoimento porém com um único objetvo: conscientizar a todos da importância do diagnóstico precoce.

A exposição foi apresentada durante o Evento Outubro Rosa, na Casa Cor Bahia, nos dias 30 e 31/10 e em breve, poderá ser apreciada em shoppings de Salvador.

Projeto Repartir