O QUE É O OUTUBRO ROSA?

postoutubro

Muita gente escuta falar no Outubro Rosa, sabe que é sobre câncer de mama até, mas não entende exatamente o que é. Vamos explicar direitinho.

Criado nos anos 90, nos Estados Unidos, o Outubro Rosa é um movimento mundial de luta contra o câncer de mama. Algumas cidades começaram a fazer manifestações em prol do diagnóstico precoce e as pessoas começaram a aderir, usando o laço rosa (criado pela Fundação Susan G. Komen) como símbolo. Com isso, começaram as iniciativas como caminhadas, corridas, iluminação de monumentos, venda de produtos e etc, que se espalhou pelo mundo todo.

A FEMAMA (Federação Brasileira de Instituições Finaltrópicas de apoio à saúde da Mama) trouxe o movimento para o Brasil em 2006. Em todo o país, monumentos importantes são iluminados de rosa, entre outras ações. Diversas marcas aderiram à causa também, promovendo eventos, bate-papos e palestras. O mais importante é que os governos, em parceria com iniciativas privadas, oferecem mamografias gratuitas para a população nesse período.

O câncer de mama é uma das doenças que mais mata mulheres no Brasil, mais até do que a AIDS. E pq uma doença que é altamente curável se descoberta cedo, mata mais do que outra que não tem cura? Na minha opinião é a IGNORÂNCIA, é o não saber e não querer descobrir. Informação é tudo!

Esse é um momento onde você deve parar e pensar um pouco na sua saúde, lembrar-se de marcar seu exame anual, incluindo o exame clínico das mamas. Mesmo que o médico não passe, aproveite e solicite, insista. Isso pode salvar sua vida.

Beijos

Paula
@maonamama

Anúncios

MAMOGRAFIA

Hoje vamos falar de um assunto super importante e necessário para todas as mulheres: A MAMOGRAFIA

O que é a Mamografia?
A mamografia é um exame das mamas, um tipo de radiografia especial, realizada em aparelhos específicos. Esse exame de rotina é uma das melhores oportunidades de detectar precocemente qualquer alteração nas mamas até dois anos antes dela ser palpável. Ou seja, se você tiver um tumor maligno ele vai ser descoberto
antes de conseguir detectar antes do médico conseguir apalpar. Esse diagnóstico precoce garante uma chance de cura de 95% do câncer de mama e também a necessidade de um tratamento menos agressivo para o controle do câncer.

Quem deve fazer?
É recomendável que a mamografia, com ou sem exame clínico das mamas, seja realizada a cada 1-2 anos em mulheres com 40 anos ou mais. Se a pessoa tiver histórico familiar de câncer de mama, pode fazer a mamografia mais cedo, aos trinta e cinco anos ou cerca de dez anos antes do parente de primeiro grau que teve câncer de mama. Exemplo: Se sua mãe teve câncer de mama aos 35 anos, você deve fazer a sua aos 25 anos.





Quando fazer?
Apenas um dia, uma vez por ano. Arrume um tempinho e marque na agenda! É o dia de se cuidar e fazer efetivamente algo por você e pela saúde.

Como é feita a mamografia?
Um técnico treinado em mamografia realiza o exame com um equipamento especialmente projetado para isso. O procedimento produzirá uma compressão, por alguns segundos, em cada mama, em algumas posições diferentes.

Qual é o tempo de duração?
O exame completo geralmente leva apenas 15 minutos. Normalmente, o técnico tirará duas ou mais radiografias de cada mama depois que a mesma tenha sido ligeiramente comprimida até ficar com uma espessura mais uniforme. Essa compressão proporciona uma mamografia clara e detalhada, reduzindo a quantidade de exposição aos raios-X.

Mamografia dói??
O procedimento produz uma sensação de pressão ou constrição por apenas alguns segundos. Se sentir desconforto, informe ao técnico. Para minimizar essa possibilidade, tente marcar sua mamografia logo após sua menstruação, quando as possibilidades das mamas estiverem sensíveis é menor.

Esse é um exame super importante, pessoal! Infelizmente, apesar do câncer de mama ser altamente curável, a estimativa do Instituto Nacional do Câncer ( Inca) é que o Brasil registre mais de 50 mil novos casos de câncer de mama por ano.

Se um simples exame periódico pode garantir um diagnóstico precoce e salvar sua vida, pq não fazer? Sei que muitas pessoas não têm plano de saúde, mas esse é um direito garantido pela lei 11.664. Não dá para deixar é de insistir!

Beijos
Paula
@mulherzinha_

DOCUMENTÁRIO MULHERES DE PEITO

Hoje vamos falar mais uma vez sobre câncer de mama, mas de um jeito diferente. Vou apresentar para vocês o documentário “Mulheres de peito”. Esse é um inspirado no livro FORÇA NA PERUCA – Tragédias e Comédias de um Câncer, escrito pela publicitária paulissta Mirela Janotti, 42, que conta sua história de superação de um câncer de mama.

À partir dele, quatro profissionais de comunicação formaram o grupo Mulheres de Peito com o objetivo de levar mensagem de superação as mulheres que vivenciam esta terrível doença.
O projeto iniciou-se com a produção do documentário Mulheres de Peito e se estende ou adapta para as mais diversas plataformas de mídia. Esse documentário conta a história de quatro mulheres que tiveram a doença e superaram de forma corajosa, sem desanimar ou fazer drama.

Em 2011 o grupo Mulheres de Peito estabeleceu parceria com o GBECAM – Grupo Brasileiro de Estudos do Câncer de Mama – que passou a fornecer ou validar as informações médicas-científicas apresentadas no projeto.

E o mais legal é que quem quiser pode mandar seu depoimento para a página do projeto: www.mulheresdepeito.com.br

A empresa, marca ou associação que quiser também pode levar o documentário para sua cidade, ajudando na disseminação da informação. É uma iniciativa maravilhosa que merece ser divulgada!